terça-feira, 29 de novembro de 2016

Acidente com avião que levava Chapecoense para final da Copa Sul-Americana deixa 76 mortos; 5 sobrevivem


Chapecoense enfrentaria o Atlético Nacional de Medellín pela final da Copa Sul-Americana
Fonte: bbc.com

Um avião que transportava o time de futebol da Chapecoense caiu na madrugada desta terça-feira na Colômbia, para onde a equipe viajava para disputar a final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional de Medellín.

Oitenta e uma pessoas estavam a bordo, entre jogadores, jornalistas e tripulantes.
A Polícia do Departamento (Estado) de Antióquia, informou à agência de notícias Reuters que 76 pessoas morreram e cinco sobreviveram.
O avião da companhia boliviana Lamia caiu numa área de montanhas quando se aproximava da cidade de Medellín

Entre os sobreviventes confirmados estão os goleiros Danilo e Follmann, o lateral Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel, assim como uma aeromoça, identificada como Jimena Soarez.
O mau tempo na região torna mais difícil o trabalho de resgate, que foi suspenso nas últimas horas por causa da forte chuva.

O avião partiu-se em três pedaços. O local da queda, a cerca de 50 quilômetros da cidade de Medellín, no Departamento (Estado) de Antióquia, é montanhoso e de difícil acesso.

Mais cedo, o prefeito da cidade de Medellín, Federico Gutierrez, informara à agência de notícias France Presse que 25 pessoas tiveram a morte confirmada e que ao menos cinco pessoas haviam sido resgatadas com vida.

O avião, um RJ85 da companhia boliviana Lamia, com 17 anos de uso, havia feito uma escala em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, e seguia para Medellín.
Segundo um comunicado do Aeroporto José María Córdoba, de Medellín, a tripulação comunicou uma emergência por "falhas elétricas" por volta das 22h15 locais (1h15 de Brasília).
As equipes de resgate só conseguem chegar ao local do acidente por terra. O mau tempo prejudica os trabalhos.


A Confederação Sul-Americana de Futebol anunciou a suspensão da competição e de todas as suas atividades esportivas.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou o adiamento da final da Copa do Brasil, entre Grêmio e Atlético Mineiro, que estava prevista para amanhã, em Porto Alegre.

"Definições a respeito deste jogo serão informadas ao longo do dia", informou a CBF.
Um breve comunicado foi publicado na página da Chapecoense no Facebook e diz:
"Em função do desencontro das notícias que chegam das mais diversas fontes jornalisticas, dando conta de um acidente com a aeronave que transportava a delegação da Chapecoense, a Associação Chapecoense de Futebol, através de seu vice-presidente Ivan Tozzo, reserva-se o direito de aguardar o pronunciamento oficial da autoridade aérea colombiana, a fim de emitir qualquer nota oficial sobre o acidente. Que Deus esteja com nossos atletas, dirigentes, jornalistas e demais convidados que estão junto com a delegação."

O clube brasileiro está fretando um voo para levar uma comissão de médicos e advogados até a Colômbia.

O presidente Michel Temer usou o Twitter e a hastag "Força Chape" para lamentar o acidente.
"Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras, expresso minha solidariedade."

"Estamos colocando todos meios para auxiliar familiares e dar toda a assistência possível. A aeronáutica e o Itamaraty já foram acionados."

"O governo fará todo o possível para aliviar a dor dos amigos e familiares do esporte e do jornalismo nacional", tuitou o presidente do Brasil.

O prefeito colombiano Elkin Ospina, da cidade de La Ceja, que fica próxima ao local do acidente, está na região e disse que a prioridade é a busca por sobreviventes.

De acordo com a imprensa colombiana, o piloto do avião teria conseguido descartar todo o combustível para evitar uma explosão e tentar o pouso de emergência.

A Força Aérea da Colômbia informou que o mau tempo impediu que um helicóptero militar fosse eviado para ajudar no resgate.

A Chapecoense enfrentaria o Atletico Nacional de Medellín na final da Copa Sul-Americana, na próxima quarta-feira, em Medellín.

O clube colombiano divulgou uma breve mensagem no Twitter.
"O Nacional lamenta profundamente e se solidariza com @chapecoensereal pelo acidente ocorrido e espera informações das autoridades".

O prefeito da cidade de Chapecó, Luciano Buligon, deveria ter embarcado no mesmo voo, mas acabou não indo e ficou em São Paulo.

Ele lamentou o acidente e contou que seu nome estava na lista de passageiros por engano.
O clube espanhol Atlético de Madri, que de 2007 a 2010 teve nos seus quadros um jogador da Chapecoense, divulgou mensagens de solidariedade no Twitter.

"Nossas condolências às famílias dos falecidos no acidente com o avião da @ChapecoenseReal. Descansem em paz."

"Comovidos pelo acidente com o avião em que viajava a @ChapecoenseReal e o nosso ex-jogador Cléber Santana."

O jogador Neymar homenageou os jogadores da Chapecoense com um post na sua página no Facebook. Ele publicou uma foto do escudo da equipe catarinense, com a hastag "Força Chape" e emojis de mãos em prece.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Passagem molhada é construída sobre o Rio Ipanema da cidade de Batalha

Foto:Reprodução
Atendendo as antigas reivindicações da população Batalhense, a prefeita eleita Marina Dantas e seu esposo, o ex-prefeito Paulo Dantas. Com o apoio do governador Renan Filho, do senador Renan Calheiros e do Deputado Luiz Dantas, estão terminado a construção da passagem molhada que liga os Bairros Santa Luzia(Funil) e castelo ao centro da cidade de Batalha. Nos próximos dias estará sendo entregue a população.


Veja o vídeo:
           

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Classificados Batalha: Vende-se um Citroen C4 Pallas 2007/2008 conservado


Vende este CITROEN C4 PALLAS 2007/2008 super conservado,quitado,com pneus originais novos.Tudo original no valor de  R$ 25.000,00  da cidade Batalha,Alagoas.
Interessados entrar em contato pelo o (82) 9 9932-4279 (whatsapp) Ronny Alves.











sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Prefeita eleita Marina Dantas garante construção da sede do IFAL em Batalha

Foto:Reprodução Facebook
Na última quarta-feira (09),em Brasília,a prefeita eleita por Batalha Marina Dantas participou de uma reunião com o presidente do Senado Renan Calheiros. Participaram também da reunião, o seu esposo e ex-prefeito de Batalha, Paulo Dantas e a prefeita de Igreja Nova, Vera Dantas. 

O intuito é de apresentar idéias e projetos que venham beneficiar o município batalhense, além de garantir recursos para a construção da sede do campus do IFAL (Instituto Federal de Alagoas) no município de Batalha.


O IFAL, no município, é uma conquista confirmada pelo Ministro da Educação, Mendonça Filho e pelo senador Renan Calheiros. Pois, estamos garantindo todos os recursos necessários para instalação da sede do prédio do Instituto. Não vamos medir esforços para trabalhar em busca de recursos que beneficiem o nosso povo. E o IFAL, é de suma importância para todos os Batalhenses e a população das regiões vizinhas, para isso, vamos trabalhar para proporcionar aos nossos jovens condições de ensino cada vez melhores.Estamos nos empenhando cada dia mais, para que nossa cidade de Batalha siga em frente com desenvolvimento."Disse Marina Dantas.

Em Brasilia: Prefeita eleita por Batalha Marina Dantas participa de encontro com o Ministro Maurício Quintella

Foto:Reprodução Facebook 
Em sua ida a Brasília nos últimos dias tem refletido em boas notícias para a cidade de Batalha.

A prefeita eleita Marina Dantas, junto com seu esposo, o ex-prefeito Paulo Dantas foram recebidos pelo Ministro dos Transportes Maurício Quintella.Tendo como pauta do encontro as reivindicações e recursos necessários para obras estruturantes em nossa cidade.

“Deixamos o gabinete do ministro bastante confiantes, e com a certeza de que muito em breve Batalha, entra no caminho do desenvolvimento.” Disse Marina Dantas.



"Hoje, temos a certeza que Batalha segue no caminho certo, o caminho do desenvolvimento e com mais qualidade de vida."Disse Paulo Dantas.


segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Homem mata a própria família e em seguida comete suicídio

A família foi morta com golpes de faca e disparos de arma de fogo
Por Portal Plantão Policial

Na manhã deste último domingo (06) um jovem de 24 anos matou o próprio filho, a mulher, o pai e a mãe e em seguida cometeu suicídio dentro de casa na rua Imaculada Conceição em Joinville (178 km de Florianópolis). De acordo com a Polícia Militar, uma das testemunhas que é vizinho da família disse que testemunhou parte do assassinato através do muro que dividia sua casa e a residência das vítimas.

O acusado identificado como Roberto Pasquali utilizou uma arma de fogo e uma faca para cometer o crime que ocorreu no interior e fora da casa. “Conversei com ele, fui pegar uma extensão e ele até me convidou para comer uma carne, eu não quis e fui para casa. Deu uns cinco minutinhos e começou o tiroteio. A hora que eu vi ele estava atirando no pai e depois foi atrás da mãe e se matou com a faca. O filho e a esposa ele matou lá dentro”, explica o vizinho.

Segundo informações, o pai identificado como Nereu César Pasquali de 53 anos que era esquizofrênico, a mulher do acusado Aline Franciele Dilkin Pasquali de 25 anos e o filho do casal Júlio César Pasquali de apenas 03 anos acabaram morrendo no local. Já a mãe de Roberto, Cleci Aparecida Melle Pasquali de 50 anos, foi ferida por golpes de faca e foi encaminhada ao Hospital Municipal São José, mas também não resistiu aos ferimentos e morreu durante esta madrugada.

A família estava morando há apenas 03 meses em Joinville onde vieram de Santa Izabel do Oeste no Paraná por motivos financeiros. A Delegacia de Homicídios de Joinville instaurou um inquérito para investigar a motivação pela qual o jovem cometeu o crime. 

Fugitivo da delegacia regional de Delmiro Gouveia é recapturado em Batalha

Foto: Cortesia PM-AL Adson Lima Santos, mais conhecido como “Didi”,
foi localizado com uma pistola 380 e 15 munições
Do Correio Noticias / Juliano Marques

Uma ação das policias Civil e Militar, deflagrada na manhã deste domingo (06), em Batalha, resultou na recaptura de um fugitivo da delegacia regional de policia (1°-DRP), sediada em Delmiro Gouveia.

A prisão de Adson Lima Santos, mais conhecido como “Didi”, foi realizada após uma denúncia anônima. De acordo com a policia, ao ser abordado, o foragido confessou que estava com uma arma de fogo e que havia fugido da 1ª- DRP, em 2013.

“Didi”,que estava junto com uma adolescente de 16 anos de idade,foi  localizado com uma pistola 380 e 15 munições.Ele foi levado para a delegacia de Regional de Batalha,onde foi atuado pelo crime de posse ilegal de arma de fogo, seguida será recambiado para a delegacia de Delmiro.


A ação foi realizada por agentes policiais da 3ª-DRP, militares da companhia de Policia Militar do município de Belo Monte, e do pelotão de operações especiais (Pelopes) do 7° Batalhão de Policia Militar (BPM), sediado em Santana do Ipanema.